Com grande procura nas UBSs, guarulhenses tomam vacina contra a febre amarela em São Paulo

Devido a grande procura nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) da cidade, muitos guarulhenses estão deixando para tomar a vacina em São Paulo, já que uma das principais reclamações é relacionado a distribuição de senhas nas unidades, gerando grandes filas e muitas desistências de usuários.
“Após eu ficar dois dias tentando, e como eu trabalho em São Paulo, resolvi me vacinar na UBS Braz Leme”, afirmou a analista de serviço de atendimento ao cliente (SAC), Tayná Cristine de Lima, 23, destacando que em São Paulo, conseguiu tomar a vacina e esperou menos de uma hora, diferente das tentativas sem sucesso que houve na UBS Ponte Alta, Lavras e Carmela.

Já a bancária Jéssica de Oliveira Neves, 25, moradora do Gopoúva, conseguiu se prevenir antes, e logo quando começou o surto de febre amarela, decidiu tomar a dose no Tucuruvi. “Eu me vacinei logo no início da campanha, mas meus pais estão tentando em Guarulhos desde o mês passado e até agora não conseguiram”.

Quem não quer tentar se vacinar em São Paulo, afirma que irá esperar, como é o caso da assistente de departamento pessoal, Letícia Gonçalves, 26, após desistir de tomar a vacina na UBS Continental, devido a grande fila, tentou aguardando por uma hora na UBS Vila Rio de Janeiro na manhã desta quarta-feira (17), porém, as senhas acabaram por volta das 8h. “Como os postos não tem capacidade para tanta demanda, vou esperar e tentar na semana que vem”.

Reportagem: Ulisses Carvalho
[email protected]
Foto: Walex Araújo

- PUBLICIDADE -