Guarulhos já registrou a queda de 18 árvores neste ano, diz Defesa Civil

A cidade de Guarulhos já registrou a queda de 18 árvores somente neste ano, segundo informações da Defesa Civil. Os bairros com maiores incidência são a Vila Augusta e Jardim São Paulo, com duas quedas registradas, seguido pelo Jardim Primavera, Jardim São João, Centro, Macedo, Bonsucesso, Jardim Ipanema, Vila Fátima, Jardim e Jacy, Vila Barros, Bela Vista e Parque Maia, com uma ocorrência registrada.

No dia 19 de janeiro, uma árvore caiu na avenida Paulo Faccini, região central, interditando uma faixa próximo ao cruzamento com a avenida Tiradentes, sentido São Paulo, porém não houve feridos. Durante as fortes chuvas do dia 11 de janeiro, o Corpo de Bombeiros atendeu nove ocorrências de queda de árvores, em locais como avenida Tiradentes avenida Presidente Humberto de Alencar Castelo Branco.

Na ocasião, a cidade foi a segunda que registrou o maior índice de queda de árvores, perdendo apenas para São Paulo, com 13 quedas. Além das fortes chuvas de verão, como uma das causas para a queda, outro motivo também é a falta de atendimento da prefeitura em relação aos questionamentos de corte de árvore, como ocorre com a atendente Maria Evangelista,23, no Gopoúva. “Fomos diversas vezes ao Fácil, pois a árvore na calçada de minha residência corre o risco de queda, porém, até hoje, nada foi feito”, afirmou.

Segundo a atendente, diversas telhas da residência já foram quebradas por conta da queda de galhos da árvore diante das chuvas. A Secretaria de Meio Ambiente informou que devido às chuvas, a equipe de pode se concentrou apenas em serviços emergenciais. “Com a retomada da agenda normal, será dada prioridade para tal solicitação”.

Reportagem: Ulisses Carvalho
[email protected]
Foto: Ivanildo Porto