Guarulhenses reclamam de rodízio de água que permanece em mais de 30 bairros da cidade

Guarulhenses reclamam de rodízio de água que permanece em mais de 30 bairros da cidade

O rodízio de água continua afetando a vida de muitos guarulhenses que reclamam da situação ao Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae), como é o caso dos moradores da rua Nídia, região do Parque Alvorada, que durante a semana passada sofreu com a falta de água, já que o rodízio que seria um dia sim outro não, acabou não ocorrendo, e moradores alegam que a água chegou a ficar por apenas duas horas durante o dia.

O Saae, em reposta ao HOJE, revelou que a situação ocorreu após um problema pontual no sistema, além de afirmar tudo se normalizou neste final de semana. Ao todo, 35 bairros de acordo com o Saae, sofrem com o esquema de rodízio, que é diferenciado em algumas regiões que tem esquema de 16 horas com água e oito sem, além de bairros com 18 horas com água e 30 sem e em Cumbica existe uma exceção, pois como é um local que a empresa recebe água da Sabesp, o abastecimento ocorre o dia todo, do contrário o fornecimento em toda a cidade poderia ser prejudicado.

A região do Pimentas, o esquema aplicado de acordo com a empresa é de 12 horas com água e 12 horas sem, porém, o Saae alega que durante períodos de calor, quando existe um maior consumo de água, os números do rodízio podem variar, já que manutenções preventivas e imprevistas também podem modificar o período sem água, alegou a autarquia.

Assim que a nova gestão tomou posse em janeiro do ano passado, a nova administração do Saae realizou um acordo com a Sabesp para que a empresa liberasse mais água para a cidade, porém, o rodízio continua em Guarulhos, pois o município não tem capacidade instalada o suficiente para receber mais água da Sabesp, o que poderia diminuir ou acabar com o rodízio. “Isso ocorre, pois ao longo das últimas décadas não foram feitos os investimentos necessários na rede adutora”, afirmou o Saae.

Confira o esquema de rodízio atualmente na cidade de acordo com informações do Saae:

As regiões com esquema de 16 horas com água por oito horas sem são Ponte Grande, Porto da Igreja, Várzea do Palácio, Itapegica, Vila Augusta, Centro, Macedo, Vila Fátima, Parque Cecap, Vila Barros, Monte Carmelo, Bom Clima, Jardim Paraventi, Jardim Maia, Gopoúva, Jardim Tranquilidade, Jardim Vila Galvão, Vila Galvão, Torres Tibagy, Picanço, Vila Rio de Janeiro, Cocaia, Bela Vista, Sítio dos Morros, Cabuçu e Taboão.

Já o esquema de 18 horas com água por 30 horas sem é observado nos bairros Bananal, Invernada, Tanque Grande, Jardim Fortaleza, Jardim São João, Lavras, Jardim Presidente Dutra e Bonsucesso.

Saae está negociando com a Sabesp a diminuição da dívida

O valor pago da dívida desde que a nova gestão assumiu não foi revelado ao HOJE, porém, a autarquia afirmou que está negociando com a Sabesp para reduzir o valor da dívida. Atualmente Guarulhos recebe 3.502 litros de água por segundo, segundo o Saae.

Sem uma definição quanto ao fim do rodízio, a empresa alega que diminuiu o tempo dos moradores sem água em toda a cidade. “O rodízio de água sempre existiu em Guarulhos. Mas, conforme citado anteriormente, a partir de janeiro de 2017 a sensação de rodízio diminuiu em toda a cidade”.

Reportagem: Ulisses Carvalho
ulissescarvalho@grupomgcom.com.br
Foto: Ivanildo Porto

8 Comentários neste post

  1. Quem dera se fosse 16 hs com agua e 8hs sem.A regiao do Pq Alvorada esta recebendo agua somente no periodo da noite e por volta de apenas 2hs.

    Responder
  2. O serviço prestado pelo SAAE em relação ao rodízio no abastecimento de água é péssimo, pois informam um período e executam outro.
    Onde moro é o tal rodizio informado de 16×8, só que na prática não há abastecimento regular, ou seja, o SAAE não faz cumprir sua própria regra de rodízio.
    Ficamos literalmente a ver navios, pois é impossível programar as tarefas de rotina do lar sem saber quando teremos água de fato.
    Não sou contra o rodízio, mas a empresa deveria cumprir sua própria programação informada ao cliente.

    Responder
  3. Bárbara

    Eu moro aqui no Jardim Dourado próximo ao Picanço e é uma grande mentira. Aqui a água chega às 03:00 da manhã e antes do meio dia acaba. Então não são 16 horas com água. Hoje mesmo eram 10:30 dá manhã e não havia mais água da rua. Se fossem 16 horas com água deveria ter água até as 19:00.

    Responder
  4. Cristiano

    Resposta para inglês ver!
    Onde entra o continental, uma palhaçada nunca sabemos quando tem água, ligam duas horas e fecham, (uma palhaçada somos trouxas mesmo). Aliás ligam água as 18h até chegar é 22h vamos fazer o que nesse horário, no dia seguinte saímos pra trabalhar “quem tem empregada usa água”. Chegamos em casa a tarde e logo é fechada, água só pra encher a caixa. Parabéns SAAE

    Responder
  5. Uma palhaçada isso. No vila Augusta chega 12:30/13:00 horas já não tem mais água isso quando não corta antes. Não conseguimos fazer as coisas direito em casa. Quando houve uma readequação dos cortes, a água era cortada no final da tarde agora está assim… Péssimo.

    Responder
  6. Elisangela Augusto

    Issooooo é mentira, colocaram o número 1 à mais. Pois aqui no jardim são Ricardo próximo ao gopouva, temos só 6horas de água pela manhã. O Saae sempre com as mentiras dele.

    Responder
  7. Nao foi citado jd Rosa de França e continental mal temos agua, fds acabou as 10h e as vontas pagas sena cortam, obrigada prefeito .

    Responder
  8. Moro em Cumbica e não é verdade q temos água todos os dias… Por aqui é um dia com é outro sem água, quando não ficamos 2 dias sem água é assim que vivemos. O que falaram não procede.

    Responder

Deixe seu Comentário