Após os dois anos da morte do advogado Leandro Balcone, 35, o caso ainda continua em investigação pela Polícia Civil e até o momento nenhuma pessoa foi presa. Pela rede social, o irmão da vítima, Ricardo Balcone, 31, destacou que não está sendo fácil essa perda. “Sei que você está sempre ao meu lado, sinto sua presença a todo momento, sinto sua força, sua garra para eu seguir minhas batalhas”.

Os dois moravam juntos e de acordo com o irmão da vítima, no dia em que o advogado foi assassinado, Ricardo estava a caminho do escritório. “ É uma situação complexa, a gente não consegue entender. A falta é diária, é um problema que teremos para o resto da vida”, afirmou Ricardo.

Em nota, a Secretaria de Segurança Pública (SSP), afirmou que o inquérito está sendo investigado pelo Setor de Homicídios. “Diligências continuam para descobrir a motivação do crime e prender os autores. Mais detalhes não podem ser divulgados para não prejudicar os trabalhos”.

O advogado Leandro Balcone, 35, foi assassinado a tiros dentro do escritório localizado na rua Marajó, região do bairro Macedo, no dia 22 de março de 2016. Na ocasião, a Polícia Civil descartou a possibilidade de realizar um retrato falado, porque câmeras do escritório mostravam o indivíduo suspeito de cometer o crime.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here