Mesmo com o início do cadastro biométrico em fevereiro de 2013, muito guarulhenses deixaram de atualizar seus dados eleitorais por meio da nova tecnologia. O prazo se encerrou na última sexta-feira (23) e contabilizou 692.678 dos 943.265 eleitores que o município possui. Ou seja, quase 27% precisam fazer a regularização do título de eleitor para terem condições de votar no pleito marcado para acontecer em outubro deste ano.

Apesar de finalizar o processo de cadastramento biométrico, o eleitor de Guarulhos poderá solicitar a regularização de seu título de eleitor até o dia 09 de maio deste ano. Para se enquadrar nesta condição, o eleitor precisa pagar a multa de R$ 3,51 por não ter realizado a captura das digitais no prazo estabelecido pela Justiça Eleitoral.

A captura das digitais dos eleitores, em Guarulhos, pode ser realizada em qualquer uma das zonas eleitorais – 176º, 185º, 278º, 279º, 393º, 394º, 395º -, além do Poupatempo e nos postos do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP), localizado nos bairros de Cumbica e Pimentas.

O TRE-SP ressalta que o procedimento é obrigatório e pode trazer prejuízos futuros para o eleitor. Para viabilizar e dar maior agilidade ao processo, o órgão inaugurou no dia 10 de julho do ano passado um posto para a realização do cadastro no bairro de Cumbica. O eleitor que não fazer o registro, através, da nova tecnologia terá o seu título de eleitor cancelado.

O processo começou na cidade em fevereiro de 2013. A cidade possui, até o momento, 943.265 mil eleitores. Destes, 692.678, que corresponde a 69,65% do total de eleitores aptos a votar, fizeram o cadastro biométrico.

Antônio Boaventura

antonio.boaventura@guarulhoshoje.com.br

Foto: Ivanildo Porto

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here