Prefeitura interrompe invasão em área de proteção permanente no Cabuçu

Prefeitura interrompe invasão em área de proteção permanente no Cabuçu

Uma equipe da Secretaria de Meio Ambiente (SEMA) com apoio da Guarda Civil Ambiental flagrou e interrompeu na manhã de quinta-feira (29), um desmatamento e invasão de Área de Proteção Permanente (APP) na avenida Anna Rodrigues de Carvalho, região do Cabuçu. A área onde foram localizadas várias construções em alvenaria, árvores derrubadas e movimentação de terra recente faz limite com o Parque Estadual da Cantareira.

Durante a ação, algumas pessoas se apresentaram reivindicando a posse dos terrenos, porém não apresentaram documentos para comprovação.  Todas as construções não habitadas serão demolidas e as demais, notificadas a apresentar a documentação.  A Guarda Civil Ambiental acionou perícia para verificar a procedência de peças de motos e automóveis encontradas em um barraco erguido no local.

Aos possíveis compradores de terrenos, a Prefeitura de Guarulhos salienta que não existe loteamento regularizado na região por tratar-se de uma APP. Desmatamento é crime e pode gerar pena de dois a quatro anos de detenção, multa ou ambos.

Foto: Richard Alberto/Sema

1 Comentário neste post

  1. Thamires Firmo Pimentel

    Meus pais tem um terreno no Cabuçu, uns 25 anos. Eles construíram um cômodo bem pequeno pra gostar inchada, esses materiais para limpar os matos etc. Quando voltaram tinham roubado tudo. E meu pai acabou vendo todos os materiais dele na casa de um rapaz , então meu pai foi só falar porque não tínhamos condições , e meu pai foi ameaçado de morte , moraram arma nele , e ele fugiu de lá. Nunca podemos ir só ver o terreno. Nunca conseguimos cercar. O vizinho ainda mora lá . Temos medo, mas temos todas as documentações. O que faremos para comprovar o terreno é nosso ?

    Responder

Deixe seu Comentário