A Secretaria de Habitação e a Coordenadoria de Defesa Civil de Guarulhos realizaram inspeção no entorno do Córrego da Raposa, localizado no Jardim Ponte Alta. Nessa ação foi avaliado que não existe risco iminente de desabamento e, mesmo sendo fruto de uma ação civil pública, não há determinação para desocupação imediata.

Durante esse trabalho realizado na terça-feira (10), o secretário Fernando Evans (Habitação) explicou que o primeiro passo é realizar o cadastramento e congelamento das casas que estão no mínimo a quinze metros do córrego, para depois buscar junto ao Governo do Estado, por meio do Departamento de Águas e Energia (DAEE), uma solução para o córrego.

“A área é fruto de uma ação civil pública, no entanto, existe a possibilidade de buscar junto ao Governo de São Paulo uma alternativa para o córrego, e assim evitarmos ou diminuirmos a remoção, que acaba sendo sempre traumática para as famílias” comentou Evans.

De acordo com o órgão, o processo de cadastramento da área tem início previsto para a segunda quinzena de abril.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here