Em três meses, EMTU aplica mais de 900 multas em lotações por excesso de passageiros

A Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU) aplicou somente na área três de concessão, composta pelos municípios de Guarulhos, Mairiporã, Arujá e Santa Isabel, 935 multas nos operadores das lotações do serviço da Reserva Técnica Operacional (RTO), apenas nos três primeiros meses deste ano, de acordo com dados divulgados pela EMTU.

Em comparação com os três primeiros meses do ano passado, quando as lotações da área três receberam 1.901 multas, o número esse ano representou uma queda de 50%. As principais infrações de acordo com a empresa são a de transportar passageiros acima da quantidade permitida e também alterar o itinerário sem autorização.

Já na questão dos ônibus, o número aumentou, pois enquanto nos três primeiros meses do ano anterior, a empresa aplicou 98 multas, neste ano, a EMTU revelou que foram 258 autuações, um crescimento de 163%. O motivo seria a dupla função dos condutores e a operação das linhas com frota inferior ao programa no Consórcio Internorte.

A idade média da frota do Consórcio Internorte é de 5,9 anos e atende às especificações do aditivo contratual em vigor. “A renovação da frota se dará com a nova concessão das linhas intermunicipais da Região Metropolitana de São Paulo (RMSP), cuja licitação está suspensa conforme determinação do Tribunal de Contas do Estado (TCE)”, afirmou em nota a EMTU.

Reportagem: Ulisses Carvalho

[email protected]

Foto: Ivanildo Porto