A Câmara Municipal deliberou nesta terça-feira (8) o projeto de lei que trata da Lei de Diretrizes Orçamentária (LDO) do ano de 2019. Dentro do montante previsto para o orçamento do próximo ano, que chega a R$ 4,6 bilhões, a administração municipal, segundo o líder do governo, vereador Eduardo Carneiro (PSB), terá como prioridade os investimentos na área da saúde.

“Não há como não dizer que a grande prioridade do governo Guti (PSB) é a saúde. O governo fez uma grande revisão na parte tributária e já conseguimos alinhar várias situações e fazer algumas correções, muitas inclusive injustas, por que nós pensar no orçamento temos que pensar no aparelho fiscal”, explicou Carneiro.

Também ficou definido nos trabalhos legislativos desta terça os integrantes da LDO. A presidência durante as audiências ficará a cargo do vereador Moreira (PTB). Além dele irão participar os parlamentares Luís da Sede (PRTB), Jorge Tadeu (MDB), Laércio Sandes (DEM), Zé Lula Luís (PT), Sandra Gileno (PSL) e Geraldo Celestino (PSDB). No ano passado o vereador Rafael Zampronio (PSB) presidiu os trabalhos da LDO.

Diante da estimativa para o próximo ano, o orçamento será ampliado em quase 7% na comparação ao aprovado pela Câmara Municipal para o atual exercício (R$ 4,3 bilhões).

Reportagem: Antônio Boaventura

antonio.boaventura@guarulhoshoje.com.br

Foto: Ivanildo Porto

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here