Em Guarulhos, Indústria absorve 46% das vagas direcionadas a aprendizes

O setor industrial é aquele que mais absorve jovens profissionais em começo de carreira na cidade de Guarulhos. Incluídos no programa Jovem Aprendiz, o setor de produção conta com 46% das vagas direcionadas a esta categoria. Segundo a organização social Ensino Social Profissionalizante (Espro), o município registrou a contratação de 50 jovens nos primeiros 4 meses deste ano.

Além da indústria que conta com 46% de ocupação das vagas disponibilizadas para o Jovem Aprendiz, áreas como a construção civil, logística e hospitais são responsáveis juntos por 19% desta fatia. Bancos, comércio e serviços representam outros 35%.

“O programa de socioaprendizagem tem sido uma grande ferramenta para os jovens conseguirem uma inserção no mundo do trabalho apesar da crise econômica que o Brasil vive, além do aumento da fiscalização por parte da Superintendência Regional do Trabalho e Emprego para que a legislação seja cumprida na Grande São Paulo”, explicou o gerente de relacionamento do Espro, Paulo Vieira,.

No primeiro quadrimestre deste ano, a contratação de Jovens Aprendizes apresentou um aumento de 19% em relação ao mesmo período do ano passado. Em 2018 foram contratados 50 iniciantes contra 42 de 2017. De acordo com Vieira, este crescimento ocorre em função de um processo de conscientização das empresas que estão aumentando suas cotas destinadas ao programa.

“Notamos, neste período, um crescimento da conscientização das empresas. Ao aderir à Aprendizagem, as empresas ganham sobretudo um retorno positivo em imagem, sustentabilidade e marketing, pois podem ser reconhecidas por promover uma transformação social para estes jovens, suas famílias e comunidades”, concluiu.

Antônio Boaventura

[email protected]

Foto: Ivanildo Porto