Postos na região central só atendem veículos oficiais da prefeitura e Estado

Dois postos autorizados para a venda de combustíveis, na região central, foram direcionados para atender os serviços essenciais ligados à Prefeitura de Guarulhos e o estado. Estes estabelecimentos adquiriram pouco mais de 20 mil litros distribuídos entre diesel e gasolina.

Em um deles, a administração municipal destinou funcionários públicos para fazer o controle desta operação, além de fazer valer o decreto de estado de emergência publicado prefeito Guti (PSB) na tarde de sexta-feira (25). No posto visitado pelo HOJE estava autorizado apenas o abastecimento de veículos do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), da Guarda Civil Municipal (GCM), ambulâncias do sistema municipal de saúde e viaturas do serviço funerário.

“Este posto está reservado apenas para atendimento da prefeitura, e por isso reservamos duas bombas para esta ação. Tem como prioridade ambulâncias, carros da Guarda Civil Metropolitana (GCM) e carros do IML. Nada de veículo particular e nem os que pertencem a funcionários efetivos”, declarou a gestora do posto Lidiane Cristine.

Já os veículos das polícias Civil e Militar, além das viaturas do Corpo de Bombeiros, estão com o abastecimento garantido para os próximos dias. Um posto de combustível na região do Maia será usado exclusivamente para esta finalidade. Na tarde desta segunda-feira (28) houve muita confusão. Apesar da orientação de que somente carros oficiais estavam sendo abastecidos, longa fila de veículos particulares se formou no local.

Antônio Boaventura

[email protected]

Foto: Ivanildo Porto