Renata Abreu defende a descentralização de recursos e revisão do pacto federativo

Apesar de ser o principal gerador de recursos para a União e governos estaduais, os municípios brigam para que o repasse financeiro seja direcionado de forma adequada para o atendimento de suas necessidades. Diante deste cenário, a deputada federal Renata Abreu (Podemos) defende a descentralização da verba pública, bem como a revisão do pacto federativo.

“A descentralização dos recursos e o pacto federativo precisam ser revistos. Você envia recursos e não consegue chegar aos municípios pela burocracia e pelas políticas que levam em consideração critérios políticos ao invés de critérios lógicos e sociais. É importante que tenha prioridade dos recursos nos municípios”, declarou a parlamentar, que visitou a redação do HOJE nesta quinta-feira (21).

Para que esta proposta possa se tornar realidade, o Podemos aposta em nomes de expressão da política nacional como Álvaro Dias, ex-governador do estado do Paraná, do deputado federal Marco Feliciano e do senador Romário. A sigla conta com 17 deputados federais no Congresso Nacional e 5 senadores, além da representação na Câmara Municipal de Guarulhos por meio do vereador João Dárcio.

O partido, que conta com um aplicativo para que o cidadão possa sugerir de forma os parlamentares do Podemos possa votar os projetos, tem como principal plataforma de governo, caso o pré-candidato a presidência da República Álvaro Dias seja eleito, é a de promover um processo de reestruturação organizacional do País.

“Nós temos que nos 100 dias promover as grandes mudanças que vão impactar no futuro. O presidente ele tem legitimidade e autoridade e o congresso tende a fazer gesto. E é nesse momento que precisa ser feita a reestruturação no Brasil. O que nós estamos propondo é justamente criar essa ruptura de governança”, concluiu.

Antônio Boaventura

[email protected]

Foto: Ivanildo Porto