Márcio França destaca potencial econômico da região do Alto Tietê

O Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê (Condemat) lançou nesta terça-feira (26) o Caderno Econômico Alto Tietê, região que é composta por 11 municípios, incluindo Guarulhos. O evento contou com a presença do governador Márcio França (PSB), que destacou o potencial econômico das cidades que compõe este consórcio.

“É uma região muito importante, que tem a segunda maior cidade do estado depois da capital, uma população densa e um PIB importante da região. Eles conseguiram equacionar isso no caderno, que demonstra tudo isso em números. Essa região voltou a crescer bastante e com geração de renda e novos empregos”, enfatizou o governador.

O Caderno Econômico Alto Tietê, que foca o potencial para os negócios e a atração de investimentos, lista os principais indicadores nos últimos anos, complementados pelo primeiro trimestre de 2018. Foram coletados os dados da balança comercial desde 2000 até este ano, divulgados pelo Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços.

“Nós temos feito tudo isso no estado de São Paulo, que é uma atuação do governo para permitir que as pessoas vejam também lados positivos das regiões, até por que são tantas notícias negativas, que é sempre bom a gente reforçar o lado positivo”, disse França.

Para a elaboração do Caderno foram consideradas as informações da Relação Anual de Informações Sociais (Rais) do ano de 2016 e do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) de 2017, bem como do primeiro quadrimestre de 2018, divulgadas pelo Ministério do Trabalho.

Além disso, a edição da obra conta com um panorama da evolução das estimativas do Produto Interno Bruto (PIB) Municipal entre 2010 e 2015, divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Caderno Econômico é inspirado no documento idealizado em Guarulhos

De acordo com o secretário de Desenvolvimento Científico, Econômico, Tecnológico e Inovação (SDCETI), Rodrigo Barros, que também é coordenador da Câmara Técnica de Desenvolvimento e Inovação do Condemat, o Caderno Econômico da cidade de Guarulhos serviu como base para a criação e implantação deste documento para a região do Alto Tietê.

A publicação está disponível nas versões digital e impressa para todas as prefeituras participantes do consórcio, de modo que o conteúdo seja usado como instrumento de divulgação e auxilie na tomada de decisão por parte dos empreendedores.

Participam as cidades de Guarulhos, Biritiba-Mirim, Guararema, Itaquaquecetuba, Arujá, Santa Isabel, Franco da Rocha, Suzano, Salesópolis, Poá e Mogi das Cruzes.

“O Caderno Econômico Alto Tietê é inspirado naquilo que construímos no Caderno Econômico da cidade de Guarulhos, uma iniciativa do prefeito da cidade. Quando nós levamos a ideia para o Alto Tietê, a proposta foi muito bem aceita porque é muito importante para os empresários entenderem os números da região relativos ao mercado de trabalho, à balança comercial e à corrente de comércio”, observou Barros.

Antônio Boaventura

[email protected]

Foto: Ivanildo Porto