Fila de espera por cirurgia nos hospitais de Guarulhos chegam a quase 2 mil procedimentos

Fila de espera por cirurgia nos hospitais de Guarulhos chegam a quase 2 mil procedimentos

A fila de espera por cirurgias em Guarulhos está em 1.825 procedimentos, de acordo com o número obtido pela reportagem do HOJE, com base na Lei de Acesso à Informação. Segundo o Departamento de Planejamento e Regulação em Saúde, o hospital com maior número de cirurgias em espera é o Hospital Stella Maris, com 1.590 procedimentos, seguido pelo Hospital Maternidade Jesus José e Maria (JJM), com 110, Hospital Municipal da Criança e do Adolescente (HMCA), 235 e Hospital Pimentas-Bonsucesso, com 28.

O Hospital Municipal de Urgência (HMU), segundo a administração municipal, deixou de realizar cirurgias eletivas. O Instituto Gerir, responsável pela administração, informou que há muito tempo o HMU deixou de fazer estes procedimentos. “Todo centro cirúrgico se concentra nas cirurgias de urgência absoluta ou de urgência relativa. Não existe possibilidade de um paciente se dirigir até a unidade para marcar, por exemplo, uma cirurgia de hérnia”.

Quanto ao número de espera do HMCA, a prefeitura alegou que o problema ocorre devido ao alto nível de ocupação hospitalar de urgência e emergência, já que o hospital chegou a reduzir o número de cirurgias eletivas para dar conta do atendimento de toda a demanda nos casos de urgência e emergência.

Sobre o Hospital Stella Maris, com maior deficiência na parte de cirurgias, mesmo com um repasse mensal de verba federal de R$ 2,428 milhões e mais R$ 500 mil de subvenção municipal por mês, a Secretaria da Saúde diz que o motivo para este grande problema é pela fragilidade apresentada pelos contratos vigentes. “Por isso, todos os contratos estão passando por revisão, a fim de garantir a assistência de qualidade de acordo com a necessidade populacional de Guarulhos”.

Para tentar solucionar essa fila de espera, a administração municipal alega que já há um mutirão em andamento no Hospital Stella Maris, com a realização de 200 cirurgias vasculares até o final de julho próximo. “Além disso, também está previsto no novo chamamento para a gestão do Hospital Municipal Pimentas Bonsucesso a oferta de mais cirurgias eletivas, com previsão nas especialidades de cirurgia geral, pediátrica, torácica, cabeça e pescoço, vascular, urológica, ginecológica, ortopédica, oftalmológica e neurocirúrgica”.

Reportagem: Ulisses Carvalho

ulissescarvalho@grupomgcom.com.br

Foto: Ivanildo Porto

Deixe seu Comentário