Prefeito diz que implantação do rodízio de veículos depende de análise técnica

Assunto:Operador de Trânsito. Local:Avenida Guarulhos Vila Endres. Data:25.01.2007 Foto:Silvio Siqueira/PMG

A exemplo da capital, a cidade de Guarulhos pode implantar o rodízio de veículos em pontos de grande fluxo.  Segundo o vereador Maurício Brinquinho (PT), autor do projeto de lei que tramita na Câmara Municipal, o rodízio tem como propósito garantir maior fluidez para os veículos que fazem parte do sistema de transporte público. Já o prefeito Guti (PSB) afirma que este processo depende de análise técnica dos departamentos responsáveis pelo assunto na administração pública.

“Nós não tivemos conhecimento de forma oficial do projeto porque está tramitando na Casa. Eu não sei o teor dele e o que ele versa. Não posso dizer se estamos preparados ou não pra fazer o rodízio. Primeiro precisa ser aprovado na Câmara e depois o nosso departamento técnico e jurídico, mas também financeiro e o de Trânsito e Transportes vão analisar se tem aplicabilidade no nosso município”, explicou.

A restrição será gerenciada nos mesmos moldes do que já é praticado na cidade de São Paulo, que implantou o rodízio em 1997. Ou seja, os veículos terão um dia a menos para circular nos dias considerados uteis durante a semana. Brinquinho também ressaltou que, de acordo com a proposta, cabe à Secretaria de Transportes e Trânsito (STT) a definição das vias que terão a restrição.

O presidente da Comissão Técnica de Trânsito e Transportes da Câmara Municipal, vereador João Barbosa (PRB), entende que o projeto precisa de adaptações e que deve gerar muita polêmica. O projeto foi apresenta por Brinquinho em 2013, e ganhou parecer favorável da comissão. “Precisa ver as áreas e o perímetro que vai ser implantado este rodízio. O horário me parece que vai ser das 8h às 10h. A gente só deliberou. Será muito polêmico”, disse Barbosa.

Antônio Boaventura

[email protected]

Foto: Divulgação PMG