Gaeco detém pessoas envolvidas com jogos de azar em Guarulhos

Uma operação realizada nesta quinta-feira (19), pelo Grupo de Atuação Especial do Combate ao Crime Organizado de Guarulhos (Gaeco) de Guarulhos cumpriu 12 mandados de prisão preventiva nas cidades de Itaquaquecetuba, Mogi das Cruzes, Guarulhos e Bertioga. Os detidos são acusados de integrar uma organização criminosa, voltada para os jogos de azar e corrupção ativa.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP), durante a operação foram presos quatro policiais civis, porém, o local onde ocorreram as prisões e os 14 mandados de busca e apreensão, não foram divulgados pela SSP. Além das prisões preventivas, houve a apreensão de documentos, celulares, máquinas caça-níquel e duas armas.

Agentes da Corregedoria da Polícia Civil e policiais militares também participaram da operação, além de 11 promotores. No ano passado, em uma operação envolvendo a Secretaria de Desenvolvimento Urbano (SDU), Polícia Civil, Secretaria de Obras e Guarda Civil Municipal (GCM), foram lacrados dois bingos, sendo 177 máquinas apreendidas, além de mesas e 15 televisores. O bingo clandestino era localizado na rua Luiz Gama, região central da cidade.

“Quatro policiais civis foram presos preventivamente em uma operação do Gaeco, iniciada na manhã desta quinta-feira (19), nos municípios de Mogi das Cruzes, Guarulhos, Itaquaquecetuba e Bertioga. A PM e a Corregedoria da Polícia Civil prestaram apoio à ação, que também cumpriu mandados de busca e apreensão em locais de envolvimento com jogos de azar e corrupção ativa”, afirmou em nota a SSP.

Reportagem: Ulisses Carvalho

[email protected]

Foto: Divulgação Gaeco