Empresa contratada pelo Saae comete crime ambiental no Jardim Planalto

Moradores da rua Irmã Dirce, localizada no bairro Jardim Planalto, alegam que uma empresa contratada pelo Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae), cometeu crime ambiental ao despejar esgoto em um rio localizado na via. Além do despejo, os populares alegaram que o próprio motorista do veículo teria afirmado que iria despejar porque o local é sujo.

“Ele jogou em cima das plantas e na água. Estamos agora com um cheiro insuportável aqui”, afirmou a dona de casa Sandra de Carvalho, destacando que em volta do rio além de ter diversas plantações realizadas pelos moradores, como banana, o rio também não estaria sujo, segundo Sandra.

A autônoma Stephany Borromeu revelou que as crianças gostam de brincar na calçada, porém, devido a essa situação, ficou complicado brincar pelo local, já que até as fezes teriam sido despejadas pelo caminhão que parou próximo ao rio.

A reportagem do HOJE questionou o Saae sobre o despejo irregular realizado pela empresa prestadora de serviço, porém, a própria autarquia não se responsabilizou, alegando que o ato não foi praticado por um funcionário da empresa. “O Saae Guarulhos informa que o ato não foi praticado por um funcionário da autarquia, e sim por uma empresa especializada, contratada mediante licitação, a qual tem plena ciência da área oficial de descarte de resíduos. O Saae notificará a empresa e tomará as medidas legais e contratuais cabíveis”.

Reportagem: Ulisses Carvalho

[email protected]