Moradores da área próximo ao córrego Popuca, no Jardim Cumbica, aguardam pelo cadastro a ser realizado pela Prefeitura de Guarulhos nos programas sociais voltados para a habitação. A previsão é que o cadastramento tenha início no próximo dia 30, após acordo entre o prefeito Guti (PSB) e o Ministério Público Estadual (MPE).

A administração municipal se comprometeu a não realizar a desapropriação da área sem que haja local definido para abrigar as famílias que vivem naquele local, que seriam cerca de 4 mil.

“Se for realmente dar o apartamento vai ser muito bom, até porque todos querem sair dessa área, especialmente quem mora em comunidade. Temos uma vida precária e somos muito mal vistos pela sociedade. Somos vítimas de enchentes”, disse o prensista Edivaldo Amaral, de 35 anos, que reside no local há 25 anos.

Moradores relataram que – em períodos de chuvas – enfrentam problemas com o transbordamento do córrego Popuca que passa pela área, entre as avenidas Itaberito e Cataguases e ruas Vital Brasil e Damalau. A prefeitura terá o prazo de 90 dias, a iniciar-se no próximo dia 30, para realizar o cadastramento das famílias que serão beneficiadas com projetos habitacionais nos próximos anos.

“Aqui é muito bom, mas são eles quem decide. Estamos aqui porque não temos condições de pagar aluguel”, disse a doméstica Rita da Silva, 58.

Antônio Boaventura

antonio.boaventura@guarulhoshoje.com.br

Foto: Ivanildo Porto

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here