Operação da PM traz cavalaria para patrulhamento na cidade

A operação Servir e Proteger, da Polícia Militar, foi implantada, nesta quinta-feira (2), pela primeira vez na cidade de Guarulhos e mobilizou policiais do Regimento de Cavalaria 9 de Julho, da capital paulista, para o patrulhamento das ruas da cidade. A ação teve o objetivo de diminuir a incidência de roubos e furtos na região central.

Uma das patrulhas, comandada pelo sargento Manoel Clodoaldo de Figueiredo, ficou responsável pela área do Bosque Maia. Montado no cavalo Navegante, o policial contou que a presença da cavalaria aumenta a sensação de segurança da população, além de atrair a atenção das crianças. Muitas delas se aproximaram para brincar com os animais.

Além do sargento Figueiredo, a patrulha era formada pelo cabo F. Souza, montado na égua Juba, e a soldado Jéssica, com Sândalo. Os policiais ainda patrulharam a comunidade do Quinze, também na região central.

“Ostensividade e prevenção são nossos objetivos no patrulhamento. Não existe limitação para o policiamento a cavalo e a população se sente mais segura”, explicou o sargento. A cavalaria também chamou a atenção dos motoristas durante a ronda pelo Bosque Maia.

“A gente se sente mais seguro. É muito importante esse tipo de policiamento em nossa cidade. Aliás, Guarulhos, pelo seu tamanho e estrutura, já deveria ter seu regimento de cavalaria”, disse o engenheiro Pablo Antonio da Fonseca, 36, morador da Vila Rio, que presenciou a ação dos PMs. A operação Servir e Proteger foi realizada das 13h às 19h. Até a conclusão desta edição, não houve nenhum registro de ocorrência.

Foto: Ivanildo Porto