Ônibus do programa ‘Crack, é possível  vencer’ voltam a percorrer Guarulhos

Ônibus do programa ‘Crack, é possível vencer’ voltam a percorrer Guarulhos

Quem frequenta a praça Getúlio Vargas, na região central, pode avistar a presença do ônibus do programa federal “Crack, é possível vencer”. Os veículos ficaram longe das ruas guarulhenses por um período de 10 meses por conta de problemas de equipamentos. Guarulhos conta com três unidades.

O Ministério da Justiça acionou a Comil Ônibus S.A. em setembro do ano passado, em função da empresa não entregar os veículos nas características especificadas. O custo médio de cada veículo é de R$ 700 mil. De acordo com Gilvan Passos, secretário para Assuntos da Segurança Pública (Sasp), a Guarda Civil Municipal (GCM) disponibiliza quase 30 agentes, além de uma viatura e uma motocicleta para acompanhar os veículos programa.

“Foi uma grande vitória desse governo por que nós tínhamos três ônibus parados. Mas, agora todos estão trabalhando. Eles trazem mais segurança. Temos uma na praça [Presidente] Getúlio Vargas e os outros dois estamos preparando os equipamentos de monitoramento”, explicou.

Funcionando como base móvel de vídeo monitoramento, o ônibus é equipado com quatro câmeras externas e duas internas. Elas têm resolução de 1.3 megapixels e capacidade de 30 frames por segundo, ou seja, são capazes de capturar 30 imagens por segundo. Dentro dos veículos estão ao menos três agentes da GCM, que receberam suporte e treinamento especial para atuar no ônibus adaptado.

Lançado em dezembro de 2011, o programa Crack, é Possível Vencer é um conjunto de ações do governo federal para enfrentar o crack e as outras drogas. Com investimento de R$ 4 bilhões da União e articulação com estados, Distrito Federal e municípios, além da participação da sociedade civil, a iniciativa tem o objetivo de aumentar a oferta de tratamento de saúde e atenção aos usuários drogas, enfrentar o tráfico e as organizações criminosas e ampliar atividades de prevenção.

Antônio Boaventura

antonio.boaventura@guarulhoshoje.com.br

Foto: Ivanildo Porto

Deixe seu Comentário