Daee prevê remoção de veículos do interior do rio Tietê ainda neste mês

O Departamento de Águas e Energia Elétrica (Daee) prevê o começo dos trabalhos de remoção dos veículos descartados no leito do rio Tietê no limite entre as cidades de Guarulhos e São Paulo, na região da Vila Any, extremo leste guarulhense, e Itaim Paulista, até o final deste mês. No ano passado, o departamento do governo doe estado contabilizou a remoção de 350 carros.

Entretanto, o Daee ressalta que está acertando os detalhes operacionais com a Polícia Civil para realizar a remoção das carcaças de veículos abandonados, na altura da ponte Senador José Ermírio de Moraes, na região do “Cotovelo do Pantanal”. O trabalho será realizado pelas empresas contratadas para o desassoreamento do Tietê.

O departamento informou que o local é ponto recorrente de descarte de carcaças de veículos roubados. Foram realizadas a remoção de mais de 1.450 veículos e pedaços avulsos (portas, capôs etc.) desde 2009. Apenas em 2017, foram 350 veículos e pedaços avulsos.

Após a remoção do interior do leito do rio, as carcaças são entregues para a Polícia Civil que deve providenciar a identificação do veículo. Caso não seja produto de furto ou roubo, a carcaça deve ser removida pela prefeitura.

Antônio Boaventura

[email protected]

Foto: Ivanildo Porto