Empresas apresentam propostas para arena multiuso do Fioravante Ievorlino

Em maio, a Prefeitura de Guarulhos abriu o cadastramento para empresas privadas interessadas na construção e gestão de arena multiuso na área que abriga atualmente o ginásio poliesportivo Fioravante Ievorlino. E até o momento, duas empresas da cidade de São Paulo demonstraram interesse e devem apresentar projetos até o dia 15 de outubro.

O projeto deve contemplar estudo arquitetônico, de formatação jurídica, operacional e de viabilidade econômica. A empresa selecionada será contratada por meio de Parceria Público-Privada (PPP) e terá a gestão da arena, que promete ser o maior equipamento indoor voltado a atividades de esporte, lazer, cultura e entretenimento do país. A Arena Assessoria de Projetos Ltda. e a HY Estate Administração Empresarial Ltda. abriram concorrência pela proposta através da Proposta de Manifestação de Interesse (PMI).

“O PMI é um procedimento que permite obter do mercado estudos sem custos para a Prefeitura. Ficamos felizes que as empresas Arena e HY Estate tenham acreditado no potencial do projeto e aceitado o desafio de realizar esses estudos no âmbito do nosso PMI. Agora é aguardar para ver as novas ideias que serão apresentadas para viabilizar a realização do sonho de ter este marco para o município”, disse Rodrigo Barros, secretário de Desenvolvimento Científico, Econômico, Tecnológico e de Inovação (SDCETI).

A estrutura da arena é para no mínimo 6 mil lugares e o custo da modernização daquele espaço pode chegar até R$ 100 milhões. “A principal arena indoor do Brasil, pronta para receber eventos de nível mundial – imagine poder assistir a um jogo da NBA em Guarulhos em um espaço versátil que no dia seguinte poderá receber uma final de e-sports ou um show musical de artistas internacionais. Muda a cara da cidade, para se consolidar como ponto de conexão do Brasil com o mundo”, observou.

Antônio Boaventura

[email protected]

Foto: Ivanildo Porto