Para Toninho Ferreira gestões do PSDB no Governo do Estado desvalorizaram potencial de Guarulhos

Antônio Boaventura

[email protected]

 

Postulante ao cargo de governador do estado de São Paulo pelo Partido Socialista dos Trabalhadores Unificados, o advogado Toninho Ferreira entende a gestão do PSDB nos últimos 24 anos desvalorizou o potencial econômico e gerador de renda que Guarulhos possui. De acordo com ele, a política adotada ao longo dos anos prejudicou a integração do município com a região metropolitana.

“Esta importância que a cidade tem na realidade do Estado não condiz, muitas vezes, com o tratamento que os governos do PSDB, ao longo de 24 anos, vêm lhe atribuído e que resulta numa política deficitária de integração da região metropolitana. O parque industrial de Guarulhos vem diminuindo, já que uma parte das empresas está fechando por conta da crise e outras estão se deslocando para outras cidades do interior”, explicou Ferreira.

O candidato do PSTU prega a instituição de políticas voltadas para atender as classes menos favorecidas e que possam ser geradoras de novos postos de trabalho na cidade. Toninho entende que esta condição pode ser alcançada com a devida valorização de seu polo industrial e do fortalecimento do comércio local, já que o mesmo destaca que estão são mecanismos que contribuem com a economia Bandeirante.

“Deve ser entendida e valorizada no marco da constituição e integração da região metropolitana, o que implica reconhecer seu papel na economia, na produção das riquezas do Estado, mas também na distribuição dos recursos e no investimento nos equipamentos públicos para atender o conjunto da população pobre e trabalhadora”, disse o representante do PSTU.

Por sua vez, Toninho também criticou as condições do transporte público de massa oferecido. Ele entende que a melhor alternativa para solucionar os problemas de mobilidade urbana entre Guarulhos e as demais cidades da Região Metropolitana passa pelo investimento no transporte sob trilhos ou ferroviário.

“Uma grande demonstração da ausência de políticas para valorizar o trabalhador é a precária ligação ferroviária entre a cidade de Guarulhos e a capital. A linha férrea que hoje conduz ao aeroporto, como parte de seu projeto inicial deveria passar pela cidade, para facilitar e diminuir o contingente de deslocamento rodoviário, além de desafogar o trânsito. Isso precisa ser revisto e corrigido”, concluiu.