A Polícia Federal (PF)  prendeu no Aeroporto Internacional de São Paulo-Guarulhos, um homem apontado como responsável pelo envio de drogas ao exterior com o uso de “mulas do tráfico”.

As investigações tiveram início com a prisão, em abril de 2018, de um brasileiro, de 43 anos de idade, que tentou embarcar para a Namíbia, país do continente africano, com mais de quatro quilos de cocaína ocultos dentro de embalagens de produtos cosméticos. Após esta ação, por meio de levantamentos de campo e serviços de inteligência, os policiais federais identificaram que uma brasileira, de 62 anos de idade, embarcaria no mês de maio transportando drogas com destino a Angola. Ela foi abordada e os policiais encontraram mais de dois quilos de cocaína ocultos sob suas vestes como se fossem tornozeleiras. Neste mesmo mês foi identificada a participação de um angolano, solicitante de refúgio, no aliciamento de pessoas na região central de São Paulo, o homem foi preso após autorização judicial mediante evidências de seu envolvimento com o tráfico. Por fim, após análises de documentos e um exaustivo levantamento realizado pelo núcleo de inteligência e de perícias papiloscópicas, sobre os materiais apreendidos, na noite desta quarta-feira (8/11), foi preso, por mandado expedido pela 6ª Vara Federal de Guarulhos, o traficante responsável pelo envio das drogas ao exterior, um angolano, de 43 anos de idade. O homem desembarcou em Guarulhos de voo procedente de seu país natal.

O preso será encaminhado ao presídio estadual onde permanecerá à disposição da Justiça.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here