As polícias civis de todos os Estados e do Distrito Federal deflagraram, na manhã desta terça-feira (13), uma operação visando o combate ao tráfico de drogas na proximidade de escolas ou dentro delas. A ação, chamada de Anjos da Lei, segue em andamento de forma conjunta e integrada.

“A Polícia Civil de São Paulo se sente orgulhosa de fazer parte dessa operação vitoriosa. Estamos engajados plenamente. Entendemos a profundidade, extensão e o valor social dessa operação, que já rendeu, apenas no Estado, 29 flagrantes até o momento”, destacou o delegado-geral da polícia paulista, Paulo Bicudo.

Em São Paulo, participaram cerca de mil policiais dos dez Departamentos do Interior (Deinter), além do Departamento da Grande SP (Demacro) e da Capital (Decap).

Apenas em Jundiaí, na região de Campinas, aproximadamente quatro mil pinos de crack foram apreendidos à cerca de 100 metros de duas escolas. Um homem foi preso em flagrante pelo crime.

“Gostaria de agradecer a todas as polícias, de todos Estados da Federação e do Distrito Federal, que estão atuando para reprimir este tipo de tráfico que é extremamente doloso”, afirmou o ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann.

Em todo o país

O Plano de Ação referente à operação está inserido no escopo operacional do Conselho Nacional de Chefes de Polícia Civil (CONCPC), promovendo e integrando o Sistema Único de Segurança Pública, coordenado pelo Ministério da Segurança Pública.

O nome da operação, segundo o presidente do CONCPC, delegado Emerson Wendt, é em referência a um filme em que policiais se infiltram em instituições de ensino para prevenir crimes.

“Nós realizamos a operação com o enfoque principal de coibir, reprimir e prevenir o tráfico de drogas nas proximidades e dentro das escolas”, explicou Wendt, que é o chefe da Polícia Civil do Rio Grande do Sul.

As ações se dão por meio de cumprimento de ordens de prisão, mandados de busca e apreensão, ações de rua com apuração de denúncias e eventuais prisões em flagrante.

Dados parciais

Até o momento, à nível nacional, já foram detidas 166 pessoas – 29 foragidos recapturados, 74 em flagrante, 42 por mandado e 21 adolescentes apreendidos.

Sete veículos, 16 armas, 24 celulares e 14 aparelhos eletrônicos também foram apreendidos pelos policiais de diversos Estados, bem como cerca de R$ 8,4 mil.

Cerca de 715 gramas de maconha, 321 de cocaína e 678 de crack, além de quatro unidades de ecstasy também foram encontradas e encaminhadas para perícia.

A ação prossegue em andamento em São Paulo e em todo país.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here