Em operação contra o tráfico de drogas, PF prende 32 passageiros no Aeroporto de Guarulhos

A Polícia Federal (PF) realizou, entre os dias 4 e 17 de dezembro, a Operação Falcão Peregrino no Aeroporto Internacional de São Paulo-Guarulhos, que resultou na prisão de uma grande quantidade de passageiros de voos nacionais e internacionais por tráfico de drogas e apreendeu um volume superior de drogas ao esperado para o período.

Equipes de policiais federais, especializadas no combate ao tráfico de drogas, provenientes de diversos estados, atuaram em conjunto com as equipes da delegacia da PF no Aeroporto Internacional de São Paulo, com o objetivo de realizar interdição de drogas. A utilização de técnicas para identificação de perfis suspeitos, resultou na prisão de 32 passageiros que tentaram embarcar com 170 quilos de drogas das mais diversas maneiras. Dos presos, 17 são homens e 15 mulheres, sendo que 100% das apreensões foram de cocaína.

As apreensões de drogas ilícitas em 2018, pela PF no Aeroporto Internacional, já são as maiores dos últimos sete anos. Os principais destinos das substâncias ilícitas apreendidas eram países do continente africano, principalmente Etiópia, 25%, e África do Sul, 11%, seguidos pelos países europeus Portugal, 11,3%, e Espanha, 7%.