Escola do Parque Brasília aguarda há mais de um ano por reconstrução do muro

Reportagem: Ulisses Carvalho

[email protected]

A Escola Estadual Professora Maria Aparecida Rodrigues, localizada na rua Berilo, n° 72, no bairro do Parque Brasília, região do Pimentas, aguarda há mais de um ano pela reconstrução do muro, que teria caído após fortes chuvas no mês de janeiro do ano passado. Desde então, tapumes foram colocados no local da queda, porém, o muro ainda não foi reconstruído.

A situação vem incomodando não somente aos moradores, mas também aos próprios professores e alunos da escola.Com os tapumes improvisados, surgiu outro problema, o descarte irregular de lixo no local, que além de pichações, também já estaria sofrendo com o abandono de entulho, prejudicando também o pedestre, já que o lixo estaria tomando parte da calçada.

“O que houve foi apenas a colocação de tapumes para formar um muro provisório, porém, as pessoas começaram a depositar lixo ao redor do muro, o que atraí ratos e outros insetos”, destacou em entrevista ao HOJE, um professor da escola que preferiu não se identificar, alegando que até um sofá velho foi descartado no local, onde alguns moradores teriam ateado fogo.

A parte do muro que caiu fica na rua atrás da escola, de nome Capelinha, com a via Jutaí. Em nota, a Diretoria Regional de Ensino Guarulhos Sul, alegou que irá enviar uma equipe de obras para a escola, com o objetivo de providenciar os reparos em caráter de urgência, e segundo a diretoria, o serviço de reparo está orçado em R$ 33 mil.

“O projeto para obra total do muro na Escola Estadual Maria Aparecida Rodrigues está em andamento. Além das medidas adotadas pela Regional é preciso que a comunidade compreenda a necessidade de zelar pelo bem público. A rede estadual possui parceria com a Ronda Escolar da Polícia Militar para policiamento e segurança no entorno das unidades”, informou a Diretoria de Ensino Guarulhos Sul.

Foto: Divulgação