Secretaria de Transportes desconhece relatório que prevê a chegada do Metrô em Guarulhos para 2028

Reportagem: Ulisses Carvalho

[email protected]

A Secretaria de Transportes Metropolitanos (STM), afirmou desconhecer o relatório que aponta a possível chegada do Metrô em Guarulhos com a Linha-2 Verde no ano de 2028. A informação foi divulgada pelo site Diário do Transporte,  com base em uma apresentação de investimentos da STM.

“A Secretaria de Transportes Metropolitanos desconhece o relatório divulgado sobre investimentos da pasta. Projetos e obras da Secretaria estão em fase de reconhecimento pela nova gestão para a definição de prioridades”, informou em nota a secretaria, que também não comentou sobre a possível construção das estações em duas etapas, sendo o primeiro trecho da Vila Prudente até a Penha, e o segundo, da Penha até a estação Dutra, em Guarulhos.

Na semana passada, em um relatório integrado com a previsão orçamentária para este ano, o Metrô reservava para a continuação da Linha-2 Verde R$ 121 milhões para este projeto. Esta fase de ampliação da linha teria apenas duas estações em Guarulhos, sendo a primeira na região da Ponte Grande e a segunda na rodovia Presidente Dutra.

De acordo com o site, a previsão é de que o trecho entre Vila Prudente até a Penha esteja em operação em 2025. Somente o segundo trecho que levaria até Guarulhos, tem uma previsão estimada de receber até 437 mil passageiros por dia. Ao todo seriam 13 novas estações, como Orfanato, Água Rasa, Anália Franco, Vila Formosa, Guilherme Giorgi, Nova Manchester, Aricanduva, Penha, Penha de França, Tiquatira, Paulo Freire, Ponte Grande e Dutra.

Extensão da Linha-13 Jade para o Bonsucesso também estaria nos projetos do governo

A possível extensão da Linha-13 teria como novas estações uma no Terminal 2 do Aeroporto Internacional de São Paulo-Guarulhos, além do Jardim São João, Jardim Presidente Dutra e Bonsucesso, com uma demanda estimada de receber 233 mil passageiros por dia, de acordo com informações do site Diário do Transporte.

O valor para ampliação da linha seria de R$ 1,66 bilhão, com uma previsão de operação da estação Terminal 2 do aeroporto já em 2022, ao contrário do projeto que se comentava de uma possível passarela para ligar a estação Aeroporto até os outros terminais. Em nota, a STM novamente voltou a afirmar que desconhece também o relatório de uma possível ampliação da Linha-13 Jade.

“A Secretaria de Transportes Metropolitanos desconhece o relatório divulgado sobre investimentos da pasta. Projetos e obras da Secretaria estão em fase de reconhecimento pela nova gestão para a definição de prioridades”.

Projetada para receber uma demanda diária de 120 mil passageiros, atualmente as três estações que compõem a linha, como Aeroporto, Guarulhos-Cecap e Engenheiro Goulart, recebem apenas 13 mil passageiros diários, sendo que somente o Serviço Connect, que liga até o Brás, em São Paulo, recebe nove mil passageiros.

Foto: Divulgação Governo de São Paulo