Antônio Boaventura

antonio.boaventura@guarulhoshoje.com.br

A Câmara Municipal aprovou nesta quinta-feira (25) a implantação de sistema para coleta de óleo de cozinha em condomínios residenciais. A medida sugerida pelo vereador Wesley Casa Forte (PSB) tem como propósito evitar a contaminação da água e para que tenha validade precisa da sanção e regulamentação do prefeito Guti (PSB).

Apenas os novos empreendimentos teriam a obrigatoriedade de contar com este sistema de reciclagem. Os projetos imobiliários devem contemplar o sistema de captação de óleo, sob pena da não concessão do alvará de construção, condição esta contestada pelo líder do governo, vereador Eduardo Carneiro (PSB).

“O óleo de cozinha, quando retido no encanamento, causa entupimento das tubulações e faz com que seja necessária a aplicação de diversos de produtos químicos para a sua remoção. Se não existir um sistema de tratamento de esgoto, o óleo acaba se espalhando na superfície dos rios e das represas, contaminando a água e prejudicando a vida de muitas espécies que vivem nesses habitats”, explicou o autor da proposta.

Em caso de sanção, a Secretaria do Meio Ambiente será responsável por receber o material coletado pelos condomínios e sua destinação. O projeto também prevê a possibilidade do óleo de cozinha ser retirado por uma Organização Não Governamental, a ser escolhida pelo condomínio. O prazo para regulamentação após o trâmite burocrático é de 6 meses.

Foto: Ivanildo Porto

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here