Avianca Brasil deve demitir até 80 funcionários em Guarulhos

- PUBLICIDADE -
C&C

Reportagem: Ulisses Carvalho

[email protected]

Com o término das operações no Aeroporto Internacional de São Paulo-Guarulhos, a companhia aérea Avianca Brasil demitiu entre 70 a 80 funcionários nesta quinta-feira (02), de acordo com informação do presidente do Sindicato dos Aeroviários de Guarulhos, Rodrigo Maciel, 39, em entrevista telefônica ao HOJE.

“Somente hoje, o número de pessoas demitidas são entre 70 a 80. As demissões estão ocorrendo por turnos, além dos atrasos no vale-alimentação e vale-transporte”, destacou Maciel. Os cortes atingiram funcionários que trabalham na parte do terminal de cargas, despacho de voos e atendimento de checking.

Em nota, a Avianca Brasil afirmou que não irá comentar sobre essas demissões. Segundo Maciel, os funcionários que continuam no Aeroporto de Guarulhos estão auxiliando os passageiros somente na parte de reembolso e também remarcação de passagens. “A empresa sequer atendeu um telefonema do sindicato”, revelou.

De acordo com Maciel, os funcionários que estão sendo demitidos não tem previsão de quando devem receber, já que a única certeza seria a data da homologação. A companhia aérea encerrou as operações de pousos e decolagens em Guarulhos no dia 28 do mês passado, além de deixar de operar em outros aeroportos, como Aracaju, Goiânia, Natal e Ilhéus, na Bahia. 

Foto: Ivanildo Porto

- PUBLICIDADE -