Antônio Boaventura

antonio.boaventura@guarulhoshoje.com.br

O presidente da Comissão de Esporte, da Câmara Municipal, o vereador Lauri Rocha, descartou a possibilidade de abrir uma Comissão Especial de Inquérito (CEI) para investigar a relação da equipe de vôlei masculino do Corinthians–Guarulhos com a administração municipal. Nesta temporada, o time capitaneado por Serginho, ex-líbero da Seleção Brasileira, lutou contra o rebaixamento para a segunda divisão da Superliga.

“Não cabe a mim verificar isso, até por que a parceria feita com a prefeitura era pra ceder espaço para a equipe e nunca saiu um real da prefeitura. Não faz sentido abrir uma CEI da prefeitura para investigar salário de jogador que nem faz parte da prefeitura”, explicou.

O propósito da CEI seria analisar qual era a responsabilidade do governo municipal em relação à administração da equipe, que carregava o nome da cidade, e estaria com os vencimentos de seus atletas em atraso. Na temporada 2017 / 2018, a Confederação Brasileira de Vôlei (CBV) incluiu em seu regulamento o fair play financeiro, que obrigava os integrantes dos elencos formados a comprovarem o recebimento dos pagamentos realizados pelos clubes, sob pena de exclusão tanto das agremiações quantos dos jogadores para a temporada seguinte.

Com mais de dois anos desde que foi criado, o Corinthians-Guarulhos conquistou resultados expressivos como o título da Taça Ouro, o vice-campeonato Paulista e conquistou o 6º lugar na Superliga 2017 / 2018. Diferente da última temporada, o selecionado do técnico Gersinho lutou contra o rebaixamento. Contudo, ainda não existe nenhuma definição quanto ao futuro da equipe, inclusive a sua permanência em Guarulhos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here