Sabesp anuncia aumento na conta de água em Guarulhos a partir de 2020

Antônio Boaventura

[email protected]

Com a aprovação da Agência Reguladora de Saneamento e Energia do Estado de São Paulo (Arsesp) da adequação da tabela tarifária de água e esgoto praticada pela Sabesp nos municípios da Grande São Paulo, a conta de água em Guarulhos terá aumento a partir do próximo ano.

Em nota encaminhada ao HOJE, a companhia estadual informou que “as tarifas somente serão reajustadas a partir do segundo ano de operação da companhia no município” e que “não haverá reajuste neste momento”. 

Oito classes de consumo terão suas tarifas alteradas. São elas: Residencial Normal, Residencial Social, Residencial Favelas, Comercial Normal, Comercial Entidade Assistencial, Industrial, Pública sem contrato e Pública com contrato.

As tarifas para estas categorias no primeiro ano variam entre R$ 4,28 [valor para quem reside em favelas e tem consumo de até 10 metros cúbicos] e R$ 44,49 [tarifa voltada para o consumo industrial].

Em função do convênio assinado entre a Prefeitura de Guarulhos e a Sabesp pelos próximos 40 anos, a Arsesp passou a ser responsável pelas funções de regulação, inclusive tarifária, controle e fiscalização da execução do contrato.

O Plano de Adequação Tarifária constante para os serviços de abastecimento de água e tratamento de esgoto prestado pela Sabesp no em Guarulhos, calculadas no 1º ano com base nas tarifas autorizadas pela agência para a Região Metropolitana de São Paulo, foi aprovado nesta quinta-feira (11).

As tarifas residenciais de abastecimento de água e esgotamento sanitário constantes das referidas tabelas serão aplicadas, cumulativamente, por economia. Já as de unidades usuárias com consumo mensal superior a 500 m3/mês das categorias de uso não residenciais terão como limite máximo os valores constantes das referidas tabelas para consumo não residencial superior a 50 m3/mês, sendo facultado à Sabesp praticar preços inferiores.

Foto: Ivanildo Porto