Reportagem: Ulisses Carvalho

ulissescarvalho@grupomgcom.com.br

O Setor Homicídios e Proteção à Pessoa de Guarulhos (SHPP) conseguiu identificar a idosa encontrada morta no bairro do Água Chata. Segundo a Polícia Civil, a vítima chama-se Margarita Zurita Flores, 60, de nacionalidade boliviana e seria residente na cidade de Puerto Quijarro, próxima de Santa Cruz de la Sierra.

De acordo com a polícia, a vítima teria sido assassinada com 20 facadas.  O boletim de ocorrência do caso foi lavrado no 4° Distrito Policial, no bairro do Pimentas, porém, a investigação segue com o SHPP. A polícia não informou se foi algum parente ou amigo que reconheceu a vítima.

O corpo estava no Instituto Médico legal (IML), localizado no bairro da Vila Rio de janeiro. A idosa foi encontrada morta no dia 28 do mês passado, em um matagal na rua Caminho Dezesseis, na altura do número 493, na região do Água Chata. De acordo com a polícia, a vítima estaria com uma calça preta com listas finas brancas, além de uma blusa azul e um tênis de cor preta da marca Adidas.

Segundo o boletim de ocorrência do caso, a vítima foi encontrada com diversas perfurações na região dos braços, abdômen e tórax.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here