Com viaturas clonadas da PF, bandidos levam 750 kg de metais preciosos do Aeroporto de Guarulhos

Reportagem: Ulisses Carvalho

[email protected]

Na tarde desta quinta-feira (25), por volta das 14h30, oito homens armados roubaram uma  carga de 750 kg de metais preciosos no armazém de exportação do Terminal de Cargas do Aeroporto Internacional de São Paulo-Guarulhos. Os criminosos estariam fardados com o uniforme da Polícia Federal (PF) e também com duas viaturas clonadas.

“Oito homens armados, a bordo de dois veículos simulando viaturas da Polícia Federal, entraram no armazém, abordando os agentes do Terminal de Cargas e levaram 750 kg de metais preciosos, incluindo ouro, que seguiriam para Zurich e Nova York. Não houve tiroteio ou feridos”, informou em nota a concessionária do aeroporto, o GRU Airport.

Após o roubo, os criminosos abandonaram as duas viaturas clonadas próximo a um galpão na Vila Jacuí, na Zona Leste de São Paulo. De acordo com a polícia, os indivíduos teriam passado a carga para dois veículos, uma S-10 de cor branca e uma ambulância. Uma força tarefa conjunta entre a Polícia Militar, Polícia Civil e Polícia Rodoviária Federal (PRF), tenta localizar os bandidos, porém, até o fechamento desta edição, nenhum suspeito foi preso.

Além de utilizar uniformes da PF, os criminosos também mantiveram como refém a família de um segurança que trabalha na área do Terminal de Cargas, liberando os indivíduos somente na tarde desta quinta-feira. A PRF teria recebido uma denúncia anônima de que os supostos dois veículos teriam sido avistados próximos à região de Guararema.

A investigação do caso ficará com o Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), porém, o boletim de ocorrência está sendo registrado na Delegacia Especializada em Atendimento ao Turista (Deatur). A carga de acordo com a polícia seria avaliada em R$ 128, 2 milhões.

Situação não prejudica operação do Aeroporto, diz GRU Airport

Segundo o GRU Airport mesmo com o assalto, a operação no aeroporto segue normalizada.  “A situação não prejudica a operação de embarque e desembarque do Aeroporto. A ação está sendo investigada por todas as autoridades de polícia em atuação no aeroporto. Mais informações serão divulgadas conforme as conclusões” informou a concessionária.

Helicópteros da Polícia Militar e da Polícia Civil realizam buscas pela região. O Instituto de Criminalística (IC) , realizava a perícia no local até o fechamento desta edição. A PRF trabalha com duas tentativas de fuga dos criminosos, sendo a primeira a rodovia Presidente Dutra, no sentido Rio de Janeiro, e a rodovia Hélio Smidt.

Foto: Reprodução TV Record