Ação social leva corte de cabelo ao Serviço de Acolhimento Taboão

Os alunos do curso de cabeleireiro promovido pela Prefeitura de Guarulhos realizaram nesta quinta-feira (1º) uma ação social com os usuários do Serviço Institucional de Acolhimento Adulto Masculino Taboão. A iniciativa da Secretaria de Desenvolvimento e Assistência Social, em parceria com o Fundo Social de Solidariedade, envolveu 20 dos 60 alunos do curso de capacitação profissional e geração de renda que gratuitamente cortaram cabelo e fizeram a barba dos 47 usuários do equipamento.

Compenetrado, Rômulo de Oliveira Junior, 28 anos, cortou o cabelo de um dos usuários. “É gratificante realizar este trabalho. Fazer uma ação social para os outros é bom. No começo a gente fica com um pouco de receio, mas depois da primeira tesourada ficamos confiantes”, disse o aluno, que mora no bairro Santa Cecília. Ele trabalhou por muito tempo no setor de beleza, vendendo perfumes e maquiagem, e chegou a fazer cursos pela empresa em que trabalhava até que foi dispensado. Desempregado desde 2015 e fazendo bicos de motorista de aplicativo, Rômulo leu sobre o curso de capacitação na internet e pretende arrumar um emprego fixo como cabeleireiro e atender na casa dos clientes.

Vivendo há seis meses no Serviço de Acolhimento, Edvaldo Sérgio Oliveira Perpétuo, 58 anos, gostou da ação. “Ficou joia. Pedi um corte social, que não corta muito o cabelo, e ficou ótimo”, afirmou o usuário do equipamento.

O curso de cabeleireiro é gratuito e tem duração de seis meses, em dois módulos (básico e avançado). Ele ocorre duas vezes por semana no Fundo Social de Solidariedade, com turmas de manhã e à tarde. É fornecido certificado aos participantes.