Casarão da rua Sete de Setembro sofre mais uma vez com incêndio

Reportagem: Ulisses Carvalho

[email protected]

Na madrugada desta sexta-feira (09), às 4h, o Corpo de Bombeiros atendeu mais uma ocorrência de incêndio no Casarão localizado na rua Sete de Setembro, n° 150, na região central. De acordo com a corporação, nenhuma pessoa ficou ferida e apenas uma viatura atendeu a ocorrência. O fogo foi controlado às 4h30.

O Corpo de Bombeiros também informou que o fogo ocorreu em entulhos localizados na parte interna do Casarão. O HOJE compareceu ao local na tarde desta sexta-feira, às 12h30,e tentou falar com comerciantes próximos do local, porém, funcionários de uma lanchonete preferiram não comentar sobre o assunto e o dono de uma banca do jornal próxima do local informou a reportagem que o fogo teria começado na noite de quinta-feira (08).

 Além do forte cheiro devido ao incêndio, a reportagem verificou que na parte lateral do Casarão ainda estava saindo fumaça. Em nota, a Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil (Compdec), disse que esteve no Casarão juntamente com o Corpo de Bombeiros, das 8h às 11h30, para avaliar os danos causados do incêndio durante a madrugada.

Essa não é primeira vez que o Casarão sofre com incêndio, já que em setembro de 2016, a parte térrea do imóvel também pegou fogo. “Recentemente a Guarda Civil Municipal flagrou e encaminhou à Polícia Militar uma pessoa no local que estava de posse de uma picadeira dentro na construção, que poderia servir para destruir paredes do imóvel”, destacou em nota a administração municipal.

Até o fechamento desta edição, nenhum suspeito de atear fogo nos entulhos foi detido pela polícia.

Prefeitura afirma que reforma do Casarão deve iniciar nas próximas semanas

Apesar do incêndio e da situação de abandono, a administração municipal destacou  que irá iniciar a reforma no imóvel. “A Prefeitura informa ainda que todo o processo de contratação e licitação para obras de restauração do Casarão foi concluído. A reforma iniciará nas próximas semanas, para a instalação no local de um centro de formação da Educação”, afirmou em nota.

Sobre o fogo, a prefeitura informou também que foi constatado que a estrutura mista de alvenaria e madeira está deteriorada pelo incêndio e atos de vandalismo, que são frequentes no local. “Durante a vistoria, os agentes retiraram blocos de concreto que foram pendurados nas árvores que margeiam a casa, em direção à rua e passagem de pedestres”. 

O governo também afirmou que a Guarda Civil Municipal (GCM), reforçou a vigilância do local e a ronda ostensiva na área, além do prédio ser isolado pela Defesa Civil.

Foto: Ivanildo Porto