Antônio Boaventura

antonio.boaventura@guarulhoshoje.com.br

Ana Cristina Kantzos, secretaria de Saúde, prometeu ser enérgica com os médicos que protagonizaram a famosa “saidinha” do Ambulatório da Criança. Diante dos incidentes, a prefeitura abriu uma sindicância para apurar os fatos. Pelo menos quatro profissionais foram flagrados nesta condição naquela unidade de saúde.


“Temos introduzido continuamente programas de gestão de pessoal e adotado medidas administrativas com o objetivo de coibir este tipo de prática. Os casos isolados que fogem ao nosso controle têm sido averiguados, nada fica impune”, garantiu a dirigente municipal.


O Ambulatório da Criança funciona sob a intervenção da prefeitura desde o dia 29 do mês passado, que abriu investigação para apurar denúncia contra médicos que não cumprem sua carga horária semanal. O prefeito Guti (PSB) promoveu mudanças na administração daquela unidade de saúde.


“Diante das denúncias já abrimos uma sindicância, publicada no Diário Oficial do Município (DOM), essa investigação e sindicância está na Controladoria do Município e já vai investigar os envolvidos e outros que não estão envolvidos neste caso e que de alguma forma tenha corroborado para que isso tenha acontecido”, declarou o prefeito Guti naquela ocasião.


Além do incidente relacionado aos médicos, Kantzos sobre o estoque de medicamentos que precisa ser descartado por conta do prazo expirado de validade. Entretanto, os remédios vencidos, segundo a própria prefeitura não são distribuídos para a população. “Não podemos repassar os medicamentos se não existe esta necessidade”, explicou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here