Líder de Governo cobra Estado e chama governador de “escorpião”

Eduardo Carneiro (PSB)
Eduardo Carneiro (PSB)

O líder do governo na Câmara Municipal, Eduardo Carneiro (PSB), criticou o governador João Doria (PSDB) por retirar políticas públicas em Guarulhos. Na última sessão da Câmara Municipal, ele chamou o chefe do Executivo estadual de “escorpião”.

Carneiro destacou a desistência do governo estadual de implantar uma unidade do Ambulatório Médico de Especialidades (AME Mais), que tinha sido prometido pelo ex-governador Márcio França (PSB), no ano passado. O vereador relembrou ainda a suspensão dos investimentos na extensão da Linha 2-Verde para Guarulhos, a paralisação das obras do Instituto de Saúde da Mulher – interrompido há seis anos e sob a responsabilidade de uma entidade filantrópica -, e o possível fechamento da Fundação para o Remédio Popular (Furp).

Médico, Carneiro citou que medicamentos como etambutol e sefalexina, administrados para tratamento de tuberculose, são utilizados em todo o Brasil, mas fabricados na unidade da Furp em Guarulhos. “Os casos de tuberculose têm crescido no país e o Governo do Estado”, disse o vereador, destacando o risco para as pessoas infectadas pela doença de não poderem utilizar os remédios.

Na opinião de Carneiro, a classe política guarulhense precisa se unir para confrontar Doria e os investimentos no município sejam retomados. “É preciso união dos parlamentares e dos deputados que tiveram votos na cidade.”