Oferta de vagas da Univesp em Guarulhos apresenta queda de 13,5% em 12 meses

Antônio Boaventura

[email protected]

Criada em 2012 para atender uma demanda reprimida do ensino superior, no módulo EaD (Ensino à Distância), a Universidade Virtual do Estado de São Paulo (Univesp), em seu polo instalado em Guarulhos, apresentou queda de 13,5% na oferta de vagas nos últimos 12 meses.

Atualmente, a Univesp, no polo Guarulhos, localizado no bairro Macedo, oferece os cursos de pedagogia (400), matemática (256), engenharia de produção (360), engenharia de computação (364) e tecnologia em gestão pública (350). Estão matriculados 1.730 alunos. Ou seja, 270 a menos do que em 2018. Isso representa uma redução de 13,5%.

Desse total,  a Univesp informou que tem 230 matrículas trancadas, e afirma que os alunos podem retomar a qualquer momento. Alunos trancados, não são considerados evadidos. Em geral, a evasão em cursos a distância costuma ser de 30%. 

Apesar da queda no número de alunos, a Univesp, controlada pelo Governo do Estado, revelou que não pretende encerrar as atividades do polo de Guarulhos. Ela ressalta que os cursos serão mantidos e que no próximo ano serão implementados novos cursos. Na última sexta-feira (11), a universidade anunciou a inclusão de mais 100 vagas para as disciplinas de matemática, pedagogia e letras.

Os interessados poderão se inscrever até 14 de novembro, às 15h, pelo site – vestibular.univesp.br. O custo da inscrição no vestibular é de R$ 45. É necessário ter concluído o ensino médio ou estar cursando, com a conclusão até o período da matrícula. Entretanto, no vestibular passado 2019.2 foram priorizados os polos que não ofertaram vagas no segundo semestre de 2018. O polo de Guarulhos tinha ofertado.

Foto: Ivanildo Porto