Comerciante libanês é preso por sequestro, cárcere privado e violência doméstica no Pimentas

Policiais civis da Delegacia de Polícia de Defesa da Mulher de Guarulhos (Demacro) prenderam, um comerciante libanês, de 44 anos, que não teve o nome divulgado, por sequestro e cárcere privado, lesão corporal, ameaça, injúria, resistência, desobediência e violência doméstica, no bairro do Pimentas, de acordo com a Polícia Civil.

Acompanhados dos policiais do Grupo Armado de Repressão a Roubos e Assaltos (Garra), a equipe notificou o investigado sobre o teor do mandado que, alterado, informou que não iriam entrar na residência dele, passando então a gritar com os investigadores. A prisão ocorreu na quarta-feira (16).

O indiciado teve de ser contido pelos policiais, sendo necessário algemá-lo. A vítima foi encontrada no banheiro, em estado de choque. Após a vítima relatar as agressões aos policiais que ali estavam o libanês foi preso em flagrante e encaminhado à delegacia.