Polícia Militar salva bebê no Taboão com seis dias de vida que estava engasgado

A soldado da Polícia Militar Nathalia Castro, 29 anos, foi responsável por salvar a vida de um bebê, com apenas seis dias de vida, que estava engasgado. O salvamento ocorreu na base da 3ª Cia do 15º BPM/M (Batalhão de Polícia Militar Metropolitano), no bairro do Taboão.

Os pais da pequena Isabela chegaram à base da companhia desesperados com o bebê engasgado, e sem respirar, nos braços. Eles foram atendidos pela soldado Nathalia que rapidamente identificou sinais de engasgo. O caso ocorreu no sábado (02).

A primeira técnica utilizada pela policial militar foi à manobra de Heimlich, indicada para desobstrução de vias aéreas superiores. Como a manobra não surtiu efeito, a soldado optou pela aspiração, prática que resultou no imediato desimpedimento das vias e na retomada da capacidade respiratória. 

Simultaneamente aos socorros prestados pela soldado Nathalia, o cabo Walmir Tavares, da 3ª Cia, acionou o resgate, que chegou rapidamente ao local e encaminhou o bebê até unidade hospitalar. 

De acordo com a policial militar, todas as técnicas e os procedimentos utilizados no socorro foram lecionados na escola de soldados, cursada por ela há nove anos, quando ingressou na PM. “Não dá para explicar a sensação que é salvar a vida de um bebê. É um dever cumprido, um motivo de grande orgulho”, afirma. A pequena Isabela foi internada para observação médica e passa bem.

Foto: Divulgação SSP