Metrô inicia nesta semana estudos de linha que vai ligar o Bosque Maia ao Anhangabaú

Reportagem: Ulisses Carvalho

[email protected]

O Metrô inicia nesta semana os estudos para a futura Linha 19-Celeste, que irá ligar a região do Bosque Maia até o Anhangabaú, em São Paulo. A informação foi confirmada em nota pela Secretaria de Transportes Metropolitanos (STM), alegando que foi emitida a ordem serviço para o inicio dos estudos de Mapeamento de Cadastro de Interferências desta possível nova linha.

“As atividades começam nesta semana e servirão para identificar as redes de utilidades públicas de infraestrutura urbana ao longo do trajeto previsto inicialmente. Isso garante mais precisão na previsão de interferências para a construção da linha, permitindo mais assertividade nos projetos de remanejamentos de redes como de abastecimento de água, esgoto, energia e galerias de águas pluviais, bem como de outros serviços públicos”, destacou a STM.

De acordo com a secretaria, essa etapa é uma das mais importantes entre os trabalhos que procedem à implantação de uma possível linha de metrô, já que através deste mapeamento, irá subsidiar a elaboração do projeto básico do trecho da Linha-19 Celeste, que deverá ser contratado no próximo ano.
Essa futura linha deve ter 15 estações em 19,4 km, segundo o Projeto Funcional. “Após a preparação do Projeto Básico é possível a definição das fontes de recursos financeiros e contratação dos Projetos Executivos, que permitem o início das obras”, informou a secretaria.

Em Guarulhos, as estações previstas no projeto seriam Bosque Maia, Guarulhos, já que no projeto não informa em qual bairro seria construída essa estação que leva o nome do município, além de Vila Augusta e uma possível integração com a Linha-2 Verde, caso seja construída a estação Dutra, além de Itapegica.

Para a chegada da Linha-2 Verde em Guarulhos, Metrô trabalha para avançar as desapropriações

Questionada sobre a expansão da Linha-2 Verde em Guarulhos, já que a cidade seria a primeira fora a capital paulista a receber uma estação de metrô, a STM informou que os projetos executivos já foram retomados pela atual gestão, e que a prioridade é dar inicio as obras do trecho até a Penha, ainda em 2020.

“Para o trecho até Guarulhos, o Metrô trabalha para avançar com as desapropriações, liberando os terrenos que vão permitir a elaboração dos projetos executivos”, destacou a secretaria.

Foto: Ivanildo Porto