Polícia Civil prende em Guarulhos suspeito de simular assalto e matar namorada no RN

Reportagem: Ulisses Carvalho

[email protected]

Na manhã desta quarta-feira (11), policiais do Grupo Armado de Repressão a Roubos (Garra), da Divisão de Operações Policiais Estratégicas (Dope) de São Paulo, capturaram Paulo Roberto da Silva, 36, em Guarulhos, acusado assassinar a ex-namorada, Renata Ranyelle Almeida, 23. O crime ocorreu na cidade de São Miguel, na região oeste do estado do Rio Grande do Norte.

“Policiais civis capturaram um homem foragido da Justiça por um feminicídio ocorrido na cidade de São Miguel – RN. O suspeito tinha um mandado de prisão temporária contra ele. Durante buscas no local, uma pistola calibre 380 foi apreendida. O autor permaneceu detido à disposição da Justiça”, informou em nota a Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo (SSP).

A Polícia Civil do Rio Grande do Norte teria passado informações do paradeiro do suspeito para a Polícia Civil de São Paulo, porém, o bairro em Guarulhos onde Silva foi detido, não foi informado pela SSP.O indivíduo estaria escondido dentro de um depósito na cidade que pertenceria a um amigo.

O crime ocorreu no dia 23 do mês passado, e Renata chegou a ficar internada durante seis dias no hospital, porém, não resistiu aos ferimentos e morreu. Segundo a Polícia Civil potiguar, Silva teria simulado um assalto para matar a ex-mulher. A vítima trabalhava em uma loja quando um homem de capacete chegou armado, porém, não levou nenhum dinheiro e apenas atirou contra Renata.

Um mandado de prisão temporária chegou a ser expedido pela Justiça do Rio Grande do Norte, porém, após buscas na residência do acusado, Silva não foi encontrado e passou a ser considerado foragido.

Foto: Reprodução TV Globo