Em apenas 12 dias, quase 700 raios são registrados em Guarulhos

Reportagem: Ulisses Carvalho

[email protected]

Em apenas 12 dias deste mês de janeiro, devido as fortes chuvas, somente na cidade de Guarulhos foram registrados 685 raios (descargas que tocam o solo), segundo dados do Grupo de Eletricidade Atmosférica (ELAT), do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). Uma das causas para o grande número é que no verão as altas temperaturas e umidade do ar favorecem a formação de tempestades e raios.

“Guarulhos é o 8º município do estado com a maior concentração de raios por km²/ano: 13,4 raios por quilômetro quadrado por ano”, informou em nota o ELAT. Segundo o estudo do próprio órgão, realizado no período entre 2000 a 2017, 77,8 milhões de raios caem todo ano no Brasil, tendo como perfil de vítimas fatais, o sexo masculino, com 82% dos casos, contra 18% das mulheres.

De acordo com o ELAT, a cada 50 mortes no mundo por raios, uma ocorre no Brasil. A maior parte das fatalidades, 25% dos casos ocorrem em trabalhadores ligados a área de atividade rural, seguido por morte dentro da residência, com 18%, próximo a veículo (10%) e embaixo de árvore, com 8%.

Sobre a chuva de domingo (12), a Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil (Compdec), informou que não recebeu nenhuma chamada referente a enchentes. “No momento, as equipes da Compdec estão nas ruas realizando vistorias e checando os aparelhos pluviométricos espalhados pela cidade para registrar os milímetros de chuvas em cada região”, destacou a administração municipal.

No período entre os dias 01 e 12 deste mês, a Defesa Civil atendeu 22 ocorrências de danos estruturais a residências ou estabelecimentos causados pelas chuvas.  

Foto: Divulgação