Covid-19: Família aciona MPE por possível negligência em atendimento no Padre Bento

Familiares de paciente do Complexo Hospitalar Padre Bento (CHPB) acionam o Ministério Público por possível mau atendimento - Crédito: Ivanildo Porto

Antônio Boaventura
[email protected]

Inconformados com o atendimento que recebeu Antônio Ferreira Barros, durante sua estada de mais de 20 dias no Complexo Hospital Padre Bento (CHPB), familiares dele resolveram denunciar a prestação de serviço daquela unidade hospitalar, que é administrada pelo Governo do Estado, ao Ministério Público Estadual (MPE). De acordo com eles, o paciente, que estava internado por conta de um Acidente Vascular Cerebral (AVC), foi liberado sem que antes tivesse o resultado do teste realizado para Covid-19. Secretaria afirma que familiares receberam orientações quanto a possibilidade de infecção dele pelo Coronavírus.

Ao retornar para sua residência após receber alta no dia 22 do mês anterior – foi internado no dia 1º de maio -, Mirian Barros, irmã e responsável por acompanhar Antônio, recebeu dias depois uma ligação da médica responsável pelo tratamento informando que o resultado do teste para Covid-19 era positivo e que seu irmão havia contraído o vírus. A coleta de material genético foi feita no dia 21. Ou seja, um dia antes do paciente deixar o hospital.

“Meu irmão foi vítima de Acidente Vascular Cerebral (AVC) no dia 01/05/2020 no hospital Padre Bento. No dia 22/05 foi dada alta a ele e segundo a equipe médica estava tudo bem. Mas, no dia 26/05 recebi uma ligação da Dra Aline, médica do hospital Padre Bento comunicando que haviam feito um teste no dia 21/05 do Covid 19 no meu irmão e o resultado que saiu naquele dia (26/05) apontou positivo para o vírus”, declarou Mirian Barros.

Diante deste quadro, Mirian revelou que seu irmão possivelmente infectou demais familiares com o Coronavírus em função do contato próximo com ele. “Venho demonstrar a minha indignação com a triste realidade da saúde pública. Descaso, negligência e principalmente a falta de respeito com a vida alheia. e ele poderia voltar para casa. Assim fizemos, trouxemos ele para casa, onde obviamente ele teve contato com a família, incluindo crianças, idosos, enfim”, criticou.

Já o Complexo Hospital Padre Bento informa que o paciente Antonio Ferreira de Barros Filho deu entrada na unidade em 1º de maio com quadro de AVC e foi devidamente assistido. Em caráter preventivo, a unidade realizou a testagem de Covid-19. O paciente teve alta após melhora clínica, sem necessidade de ser mantido internado.

Ainda, de acordo com os gestores do hospital, com o resultado positivo, seus familiares foram orientados quanto à importância de manter o paciente em isolamento domiciliar, com uso de máscara e todos os cuidados para a prevenção da família. Vale lembrar que estes cuidados são rotineiros e recomendados a toda a população, em virtude da transmissibilidade do novo coronavírus.

Por fim, ela ressaltou que por conta do atendimento que o irmão recebeu e os danos causados aos familiares, eles optaram por denunciar o caso ao Ministério Público Estadual. “Agora, eu quero entender de onde vem tamanha irresponsabilidade? Como podem tratar com tanto descaso um assunto tão serio? O vírus vem matando constantemente e liberaram o Antônio do hospital sem o resultado do exame, nos levando a pensar que ele não contraiu o vírus. Absurdo!”, concluiu.