Instalação de pias em praças é essencial para pessoas em situação de rua

Passados 50 dias desde a instalação, as pessoas em situação de rua aprovam as pias comunitárias colocadas em quatro praças do município (Getúlio Vargas, Oito de Dezembro, IV Centenário e nas proximidades do Viaduto Cidade de Guarulhos). A iniciativa da Prefeitura de Guarulhos, viabilizada em parceria das secretarias de Desenvolvimento e Assistência Social e de Obras, além da Proguaru e da Sabesp, possibilita a higienização das mãos nesses locais, por onde passam muitas pessoas nessas condições, especialmente no período de pandemia de Covid-19.

José Carlos Rosa da Silva tem 61 anos e mora na rua há mais de 30. Ele utiliza a pia na praça Getúlio Vargas. “Pra nós que vivemos na calçada, não é na rua, a gente depende dela pra lavar as mãos. É um benefício maravilhoso pra nós. A gente não sabe onde o coronavírus está circulando e tem que fazer a higienização”, afirma Silva.

Aos 35 anos, Robson Aparecido dos Santos frequenta a região central e sabe bem como se proteger da Covid-19. “A pia é ótima e serve pra lavar as mãos. Não é à toa que estou usando máscara”, explica Robson, referindo-se a dois dos principais cuidados necessários para evitar a contaminação pelo coronavírus.

Nascido em Guarulhos, Silvio César acha útil a colocação de torneira na praça. “A pia é importante pra lavar a mão por causa do vírus. E tem gente que lava a roupa também”, conta o guarulhense aos 50 anos.

Reforço no atendimento

O trabalho do Serviço de Abordagem Social da Secretaria de Desenvolvimento e Assistência Social foi intensificado para a busca ativa de pessoas em situação de rua interessadas em ir aos acolhimentos. O serviço também distribui máscaras de tecido e as orienta sobre a necessidade da higienização constante das mãos e maneiras para evitar a contaminação e propagação da doença.

As equipes da Abordagem Social percorrem duas vezes por dia os principais locais de concentração dessas pessoas e ainda abastecem as pias comunitárias com 50 sabonetes diariamente.

O município também reforçou a alimentação e higienização do Centro Pop (Centro de Referência Especializado para Pessoas em Situação de Rua) e do Se-POP (Serviço Especializado para Pessoas em Situação de Rua), que são locais com banheiros, chuveiros, tanques e varais onde esse público pode tomar banho, lavar e secar suas roupas e comer lanches. Cerca de 90 pessoas estão sendo atendidas diariamente nesses equipamentos, o que corresponde a um aumento de 40% em relação ao período anterior à pandemia.

Além isso, a Prefeitura oferece serviços de acolhimento institucional que funcionam 24 horas, todos os dias, onde as pessoas podem morar, fazer refeições e contar com atendimento técnico de assistente social e psicólogo.

Serviço

O Serviço de Abordagem Social funciona todos dos dias, das 9h às 21h

Telefone: 2536-4110