Covid-19: Guti revela ter plano B para colocar em prática caso haja aumento no número de casos

Guarulhos é a cidade da região do Alto Tietê com maior número de mortes (06) por Covid-19 - Crédito: Ivanildo Porto

Antônio Boaventura
[email protected]

Com a crescente no número de casos de infectados por covid-19 no município, o prefeito Guti (PSD) revelou nesta terça-feira (22) que existe um plano B para atender esta demanda. No entanto, o chefe do Poder Executivo não disse quais seriam suas estratégias. Guarulhos conta atualmente com 24.343 pessoas contaminadas pelo vírus, além de 1.377 vítimas fatais em decorrências de complicações oriundas do novo coronavírus.

“A gente sempre espera o melhor, mas também se prepara para o pior. A gente tem um plano B para ninguém ficar desassistido. Temos 35 leitos para receber e se caso vier uma segunda onda temos leitos de UTI para ser instalados em 48 horas. Vitória mesmo só quando tiver a vacina e o guarulhense estiver vacinado”, declarou o prefeito Guti.

De acordo com dados da Vigilância Epidemiológica Municipal, a ocupação de leitos de UTI está em quase 63%, enquanto os de enfermaria se aproxima de 71%. Contudo, tanto José Mário, secretário de Saúde, quanto Guti ressaltam que a cidade recebeu investimentos do Governo Federal para que possa realizar os mutirões de testagem e a aquisição de respiradores, além de ressaltar a taxa de cura dos pacientes que procurar o serviço de saúde da cidade.

“Estamos em condições de atender qualquer guarulhense. Mais de 80% de pessoas atendidas conseguimos curá-las. Das quase 860 pessoas que procuraram o 3C GRU, 608 foram curadas. É uma taxa que traz bastante tranquilidade. Ainda não acabou a pandemia e não temos a vacina. A infecção está mais generalizada e mais pessoas estão imunes”, concluiu José Mário.

A Prefeitura de Guarulhos volta à oferecer testes rápidos para covid-19. De acordo com José Mário, secretário de Saúde, e o prefeito Guti esta ação deve acontecer nos dias 8 e 9 do próximo mês na região do Bosque Maia. No entanto, os mesmos não revelaram quantos testes estarão disponíveis para esta iniciativa. Os insumos foram cedidos pelo Governo Federal, através do Ministério da Saúde.