Cultura se prepara para a retomada das atividades na cidade

A Cultura da cidade de Guarulhos encontra o desafio imposto pela pandemia do covid-19 da retomada das atividades culturais na cidade para o ano de 2021. A área que foi mais impactada economicamente pelo coronavírus será ponto de atenção na transição do mundo pós vacinação.

Uma vez que as leis vinculadas a cultura da cidade foram retomando, impulsionadas com os recursos da Lei Federal Aldir Blanc, que distribuiu mais de R$ 8 milhões na cidade, faz com que 2021 tenha como resultado muitas atividades culturais represadas ao longo de 2020.

As Orquestras de Guarulhos já avançaram para além das barreiras do município com uma produção digna de destaque e dentro de um calendário nacional da música sinfônica. Para o próximo ano, uma nova temporada das orquestras deve garantir novas surpresas para a cidade como vem acontecendo ano a ano.

O Conservatório Municipal de Guarulhos, que em 2021 completa 60 anos, também deve ser foco de ajustes, garantindo a mesma transparência que foi destaque nos últimos anos, mas projetando novas ações e ajustes passado o período da pandemia.

Um dos destaques de 2020 que impactará diretamente o ano que vem é o Plano Municipal de Cultura da cidade de Guarulhos. O documento, que virou Lei durante a gestão do prefeito Guti, terá os primeiros passos para uma política cultural consistente na cidade. Um ajuste necessário em pontos administrativos e na atenção a infraestrutura da cultura em seus teatros, bibliotecas e casas de cultura devem ser iniciados visando a garantia dos avanços esperados pela cidade em relação ao Plano.

Por fim, os avanços na preservação do patrimônio. A concretização da reforma do Casarão José Maurício, a revitalização das praças IV Centenário e Getúlio Vargas também se destacam como caminho para o cuidado necessário com os demais patrimônios da cidade.