Cultura: 12ª Mostra de Teatro de Rua de Guarulhos entra em sua última semana com programação online e gratuita

A 12ª Mostra de Teatro de Rua de Guarulhos chega ao seu 15º dia de programação de forma ininterrupta, online e gratuita. Nesta terça-feira (15) o evento destaca a roda de conversa Como ter Práticas Antirracistas dentro de Coletivos Culturais, com as participações de Amanda Nascimento (SP), Monique Martins (Guarulhos), Ticiane Simões (Maceió), Cristina Assunção (SP) e Cunanny (Guarulhos).

“Até o momento apresentamos mais de 39 ações dentro do formato esperado para esta edição, em que abrimos as fronteiras de Guarulhos para todo o Brasil e das artes cênicas de rua para a inserção de diversas linguagens de artes”, observa Rodrigo Maia, produtor geral do evento.

A mostra é um dos 131 projetos aprovados pelo fundo municipal de Guarulhos, o FunCultura, contemplado com recursos federais da Lei Aldir Blanc (14.017/2020), que prevê auxílio emergencial para o setor cultural durante o estado de calamidade pública causado pela pandemia da Covid-19. Dessa forma, os recursos recebidos para execução do projeto vão movimentar a cadeia do setor cultural e beneficiar artistas, produtores e técnicos, entre outros.

Representatividade e visibilidade

Sobre o elenco de participantes na roda de conversa Como ter Práticas Antirracistas dentro de Coletivos Culturais, Jennifer Bueno, do Núcleo de Comunicação da Mostra, pontua que o evento aflorou na produção o objetivo de gerar rodas de debates estabelecendo conexões de ideias sobre temas expressados livremente por seus integrantes. “Nossa única pretensão é ampliar saberes, discutir conceitos, permitir exposições de opiniões e criar novas direções e olhares. A pluralidade dos participantes permite que as rodas de conversa sejam dinâmicas e enriquecedoras, ampliando conhecimentos e visões de mundo não somente para quem participa como também para quem assiste”.

Para a jovem, o tema oferece visibilidade a sujeitos cujos pensamentos foram desconsiderados por muito tempo. “Outra roda de conversa da programação, Caminhos da Palhaçadas: Os Improvisos e as Ruas, foi conduzida por mulheres, o que de fato foi muito importante para aprendermos, entendermos e respeitarmos o que elas tinham a dizer sobre o que realmente vivenciam na nossa sociedade”, enfatiza Jennifer Bueno.

A 12ª Mostra de Teatro de Rua de Guarulhos segue até o dia 20 de dezembro com atrações diárias, gratuitas e para todas as idades e públicos. Para mais informações acesse a fanpage do Movimento Cabuçu: facebook.com/Cabucucantareira.