Cidades do Alto Tietê começam a receber vacina de Oxford nesta terça-feira

Da Redação
[email protected]

A região recebe nesta terça-feira (26) um novo lote de vacinas da Covid-19, desta vez, da fabricante AstraZeneca – Oxford. Serão 22.110 doses para as 12 cidades do Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê (Condemat), destinadas para a imunização de mais uma parcela do grupo prioritário de trabalhadores da saúde e idosos institucionalizados. Até agora, cerca de 10,2 mil pessoas foram vacinadas na região. Guarulhos recebe 10.520 doses.

Ao contrário do primeiro lote de vacinas da fabricante CoronaVac, desta vez os municípios seguirão o procedimento padrão de retirada no Grupo de Vigilância Epidemiológica (GVE). As 11 cidades do Alto Tietê vão retirar no GVE de Mogi das Cruzes, em horários agendados nos períodos da manhã e tarde, enquanto Santa Branca busca no GVE de São José dos Campos.

A quantidade de vacinas de Oxford que chega amanhã é inferior ao primeiro lote, quando a região recebeu 28.750 vacinas, e a direção do Condemat mais uma vez questiona o Governo do Estado sobre os critérios na distribuição às cidades.

“Este novo lote será importante para que a vacinação possa avançar, mas a quantidade continua sendo insuficiente para abranger todo esse primeiro grupo prioritário”, ressalta o presidente do Condemat, prefeito Rodrigo Ashiuchi. “Novamente estamos solicitando maior clareza do Estado sobre os critérios adotados para a definição do quantitativo de doses para cada cidade porque agora a quantidade enviada é menor ainda do que da primeira vez e isso complica o planejamento dos municípios”, acrescenta.

Neste lote da vacina de Oxford, Guarulhos terá direito a 10.520 doses do imunizante; seguido por Mogi das Cruzes com 4.090; Suzano com 2.130; Itaquaquecetuba com 1.450; Ferraz de Vasconcelos 1.410; e Poá 1.090 vacinas. Arujá ficará com 540 doses; Santa Isabel com 340 doses; em Guararema serão 210 doses; Biritiba Mirim e Santa Branca com 120 vacinas/cada e Salesópolis com 90 doses – ver tabela.

Por se tratar de laboratório diferente da CoronaVac, a vacina de Oxford não poderá ser utilizada como segunda dose dos pacientes já vacinados. Ela será a primeira dose de uma nova parcela do grupo prioritário. A vacinação nos municípios do Condemat teve início na última quarta-feira (20/01). Até a tarde da última segunda-feira (25), cerca de 10,2 mil pessoas já haviam recebido a primeira dose da vacina CoronaVac.